19 de agosto de 2009

A LUA


A lua surgiu majestosa e sob ela o meu amor
Ela apontava imperiosa a direção do meu sorriso
E sem perceber a fui seguindo
À procura do brilho dourado

Na velocidade do meu pensamento
Ela se escondeu envergonhada
E nas nuvens emoldurada
Ele encontrou a sua amada

A lua tão alta, inalcançável,
admiravelmente bela
Abaixo dela nós pobres mortais
Enaltecendo aquilo que não se consegue explicar

(Pintura de Tarcila do Amaral - A Lua)
De todos dos pontos
De qualquer janela
É ela
A lua