22 de janeiro de 2010

"...O preparo científico do formador de opinião deve coincidir com a sua retidão ética. É uma lástima qualquer descompasso entre palavra e vida. Formação científica, retidão ética, transparência de caráter, coerência de principios, capacidade de conviver e de aprender com o diferente, não permitindo que o nosso mal estar pessoal ou nossa antipatia com relação ao outro nos façam acusá-lo do que não fez, são obrigações a cujo cumprimento devemos humilde e perseverantemente nos dedicar." (PAULO FREIRE, PEDAGOGIA DA AUTONOMIA - pg. 17).