3 de novembro de 2011

“Partir sem saber para onde.

Repartir sem saber para quem,


porque o coração nada sabe de linha reta.


E o mundo, assim,


não mais será peso


nem apoio,


mas doce participação.”


Lindolf Bell