12 de dezembro de 2011


Eu não caibo no estreito,


eu só vivo nos extremos.



(Clarice Lispector)