20 de maio de 2013

Woodstock, o Maior dos Festivais


Em agosto comemora-se a realização do maior evento musical do planeta, o festival Woodstock.

Com o final da década de 60, o período histórico mais conturbado do mundo em consequência das guerras mundiais, de repente a população percebeu-se em paz, mas sentido como se não tivesse novos objetivos, novo rumos para seguir.

Então, em 1969, quatro jovens idealizam um festival de música sem ter noção de que o mesmo se tornaria o maior evento mundial do rock. Eram eles: John Roberts, Joel Rosenman, Michael Lang e Artie Kornfeld.

O acontecimento seria realizado em uma área campestre, a 129 quilômetros de Nova Iorque, na região de Bethel, com o objetivo de reunir cerca de cem mil pessoas, que ao final somavam mais de 450 mil participantes, em apenas três dias, tendo todas as expectativas superadas.

Woodstock, realizado nos dias 15, 16 e 17 de agosto de 1969, ficou conhecido como o maior dos festivais, tendo como lema "Três Dias de Paz, Amor e Rock and Roll".

Através do mesmo, reuniu-se consagrados nomes do rock and roll, como Janis Joplin, Jimmy Hendrix, Joe Cocker, Jefferson Airplane, Santana, Bob Dylan dentre outros nomes do rock, que também se consagraram como músicos ao se apresentarem no evento.

Com o festival da contra cultura, contra a ingenuidade e a utopia, marcou-se a liberdade dos jovens, numa apologia à diversão e ao estilo musical que extrapola as regras e os limites impostos pelos mais conservadores da época.

Nova Iorque de repente se viu num dos maiores engarrafamentos de sua história, mas como a paz era um dos principais elementos que figuravam no movimento, não aconteceram acidentes ou manifestações de violência.

Hoje o festival é tido como o protagonista de tantos shows de rock que reúnem vários artistas e grupos musicais além de servir como exemplo aos jovens de hoje que utopia e idealismo podem ser postas no plano da realidade.

Várias já foram as tentativas de reproduzir o acontecimento, como o festival de Roma, em 1999, que teve grandes manifestações de vandalismo, tirando o foco do espetáculo.

Porém, mesmo Woodstock tendo sido um evento de sucesso, teve seus lados da precariedade. A estrutura montada não foi suficiente para atender a multidão presente no local, o que fez apresentar problemas de higiene, falta d’água, etc. Além disso, as drogas tomaram conta do lugar, sendo idolatradas no momento.

Mas passados 40 anos de Woodstock, fatos da atualidade são comparados às mesmas emoções, como no caso da vitória de Barack Obama, presidente dos Estados Unidos. Segundo Lee Blumer, também organizadora do festival, "A única vez em minha vida em que senti algo parecido com o que vivi em Woodstock foi durante a posse do presidente (americano, Barack) Obama, em Washington".

A força social do festival foi tão intensa que Lee Blumer afirma acreditar que as transformações causadas por Woodstock possibilitaram a vitória do então presidente, caso contrário isso não teria acontecido.

Realmente, pode-se confirmar, pois Woodstock simbolizou os valores da juventude da década de 60, protestando contra a guerra e contra o capitalismo, criando o conceito de liberdade ao amor, às mulheres, à vida em sociedade, etc.

Fonte: brasilescola