14 de junho de 2013

Policial quebra o vidro da própria viatura para mentir que foram manifestantes

A vontade que alguns possuem de que NADA mude é impressionante, e hoje em dia vem acompanhada de um dado surreal: pessoas que fingem/simulam que estão 'indignadas' mas simplesmente desaparecem ou se irritam diante de atos de real indignação.

Quem acusa outros de serem "ativistas de internet" geralmente é alguém que limita sua ação "política" a entrar em alguma rede social e postar 'memes', imagens mal elaboradas e capas 'mock' da Veja, dizendo-se "de luto" ou que "cansou".

Quem diz que os protestos recentes em capitais brasileiras são "partidários" geralmente é alguém que passa os dias inteiros colocando a culpa por todos os males públicos e pessoais da vida em um partido específico, e finge não notar que nas cidades onde os protestos têm tomado maior vulto os governos municipais e estaduais estão sendo DURAMENTE criticados independentemente de sua agremiação (difícil ver em São Paulo, por exemplo, qual a manifestação MAIS ridícula e hipócrita: se a de Alckmin - PSDB - ou Haddad - PT).

Quem fica o tempo todo acusando os 'vândalos' finge que não percebe que uma esmagadora maioria tem legitimidade para reclamar de abusos cotidianos como as tarifas de ônibus absurdas e simplesmente quer encerrar a discussão tratando de resumir tudo o que ocorreu à minoria que pratica 'quebra-quebras' por vezes despropositado.

E lógico: sempre tem aqueles que possuem tanta RAIVA de que desponte algo 'novo' no cotidiano que para remediar "problemas" políticos, de trânsito, de barulho e/ou de aglomerações quaisquer acha que CACETADA da polícia é uma solução a ser vendida barata...tudo o que sinto é tristeza quanto a você, seu IDIOTA.

A propósito: já viram o vídeo do policial paulista quebrando o vidro da PRÓPRIA viatura para MENTIR que foi agredida pelos "vândalos"?
http://www.youtube.com/watch?v=kxPNQDFcR0U 
Gabriel Divan