24 de agosto de 2013

Analfabeto midiático e manipulação da mídia

"O analfabeto midiático gosta de criticar os políticos corruptos e não entende que eles são uma extensão do capital, tão necessários para aumentar fortunas e concentrar a renda." 

Trecho de um texto de Celso Vicenzi (nesse link), que me lembrou o livro que li recentemente do Pedrinho A. Guareschi, Sociologia Crítica - Alternativas de mudança, do qual retiro um trecho que faz conexão com o anterior:

"Além de a comunicação construir a realidade, associar uma dimensão de valor à notícia comunicada, ela também monta a agenda de discussão, isto é, ela traz os assuntos sobre os quais as pessoas vão falar e discutir. As pesquisas mostram que aproximadamente 80% de tudo o que as pessoas falam na rua, em casa, no trabalho, nas viagens, etc, são assuntos que foram apresentados pelos meios de comunicação. Isso leva a conclusões muito sérias, pois nos damos conta de que a força da mídia não está apenas no que ela apresenta: está também, e muito, no que deixa de apresentar. Se algo não é colocado na mídia, não é discutido pelas pessoas. Isso significa que se pode deixar de fora da discussão nacional um tema que possa incomodar a determinados grupos ou governos." GUARESCHI, Pedrinho A., p.131.