6 de agosto de 2013


"Quem fica alardeando superação é porque não superou. Quem supera não precisa de afirmação, quem afirma insistentemente se debate. É a velha máxima do quem desdenha quer comprar ou do significado inconsciente do mecanismo de defesa 'negação'. O 'NÃO' constante é a tentativa de desfazer o SIM que insiste, o desejo que ronda, o medo que assombra, a memória que grita, ou a raiva que tenta agredir um amor que não lhe quer mais. Porque quem realmente supera não precisa ficar lembrando à todos que com certeza esqueceu."

Andréa Beheregaray.