9 de agosto de 2013

Só 20 mil reais?!


Acabo de assistir na TV Justiça matéria sobre o caso de uma mulher grávida que ao ter seu bebê, em Livramento, não teve atendimento especializado no hospital porque eles não tinham condições, foi enviada ao Uruguai em Riveira, lá por ela estar passando por RISCO DE VIDA, os médicos uruguaios não queriam se arriscar a fazer o parto, sendo mandada novamente pra Livramento, no meio do caminho a ambulância estragou e ela, na BEIRA DA ESTRADA, junto com sua mãe e o motorista, teve que pedir carona pras pessoas que passaram até que alguma boa alma parou e deu carona e a levaram para outra cidade que ficava cerca de 100km distante, lá ela foi atendida, teve a filha por cesária, a criança nasceu bem, porém, a mãe ficou muito mal, dias na UTI, depois saiu, pegou uma infecção grave no quarto, teve que voltar pra UTI. Com TODO ESSE SOFRIMENTO, entrou na justiça buscando indenização contra a UNIÃO. Que deu SÓ 20 MIL REAIS!


Enquanto o Silvio Santos ganha 200 mil reais por direito autoral contra a TV Bandeirantes... 

Óbvio que um processo não tem nada a ver com o outro mas, CADÊ A JUSTIÇA?!?!?!

A gente que cursa direito sabe que diversos fatores são levados em conta na hora de estabelecer um valor de indenização... mas quando se depara com casos como esse, e coloca ele de frente com casos como o do Silvio Santos, a gente pensa, cadê o juízo de proporcionalidade, razoabilidade. O juiz não vai comparar casos na hora de estabelecer o valor, mas às vezes falta um pouco de empatia, se colocar no lugar do outro, imaginar o sofrimento daquela mulher, que só sofreu tudo aquilo por FALTA do amparo do Estado em relação à Saúde Pública.

Bibiana Rabaioli Prestes.