31 de outubro de 2013


Eu não digo sim quando quero dizer não, nem digo não quando o que quero é dizer sim, se eu estiver em dúvida te direi 'talvez', se eu fizer silêncio é porque você não entendeu as alternativas anteriores e de alguma forma está desrespeitando e invadindo minha posição. Não faço joguinhos ou o gênero confusa, se você me perguntar eu irei responder. Não tenho dificuldade em expressar as minhas vontades, aprendi a falar o que desejo com delicadeza. Também não tenho intenção de ferir ninguém, mas em hipótese alguma irei me ferir por medo de falar. Porque é impossível ser honesto com os outros se antes você não for honesto consigo mesmo.

Andréa Beheregaray.