14 de novembro de 2013

Brasil, o país do “não sou preconceituoso mas”…

“Você aceitaria conviver com a sua empregada doméstica nas redes sociais?”, “que tal um Facebook pra quem tem graduação e outro pra todo o resto?”… o que leva uma pessoa a achar que ela precisa de um território exclusivo pra ela?
Vivemos um novo momento histórico no Brasil em que as classes sociais e suas culturas, antes segregadas, estão se misturando cada vez mais. No ambiente democrático e sem hierarquia da web, esse contato é mais intenso e amplificado, gerando inúmeros casos de racismo, mimimi de “orkutização”, discriminação e afins.
E aí? As redes sociais nos deixaram mais preconceituosos ou apenas evidenciaram algo que já existia fora da rede?
Mediados por Elis Monteiro (jornalista especializada em tecnologia e novas mídias), Dinho França (AgênciaDharma), Estevão Ciavatta (Diretor do programa Esquenta da TV Globo), Jailson de Souza e Silva (Observatório de Favelas) e Alexandre Lage (AfroReggae) discutiram o assunto no youPIX RIO 2013.
Assista abaixo a esse debate FODA, é um verdadeiro tapa na cara de quem não se acha preconceituoso:

(Não consegui inserir o vídeo aqui no blog, então acesse o link acima para assistir.)