26 de fevereiro de 2014

"Em lugares distantes,
onde não há hospital 
nem escola, 
homens que não sabem ler 
e morrem aos vinte e sete anos,
plantam e colhem 
a cana
que viraria açúcar.

Em usinas escuras
homens de vida amarga
e dura
produziram este açúcar
branco e puro
com que adoço meu café
esta manhã em Ipanema."

Ferreira Gullar