15 de julho de 2014

Por Sommelier Wine, "Que uva é esta?" Da Série Uvas - Tannat

Você sabia que a uva emblemática do Uruguai, na verdade, é de origem francesa? Conheça um pouco mais sobre a potente tannat!
A origem é francesa, mas o país onde a tannat reina é o Uruguai. Madiran, no sudoeste francês, distante pouco mais de 90 km da cidade de Toulouse, é o berço dessa uva negra, de taninos poderosos (como o próprio nome indica), acidez marcante, e, por isso, com grande potencial de guarda.
Foi por volta de 1870 que o imigrante francês Don Pascual Harriage plantou as primeiras parreiras dessa uva, no Uruguai. Só 200 anos mais tarde, porém, a produção comercial ganhou impulso. O sucesso foi tanto que a tannat tornou-se símbolo das vinícolas do país e, hoje, ocupa um terço de toda a área plantada do país.
No geral, o vinho de tannat uruguaio é menos agressivo e mais frutado que o gaulês, mantendo as características de cor escura, com taninos marcados, teor alcoólico médio e afinidade com carvalho. Nos últimos anos, a viticultura do país recebeu muitos investimentos e novas zonas de cultivo foram desenvolvidas, o que trouxe significativas melhorias para o vinho, que se tornou ainda menos agressivo, mais redondo e aromático.

Curiosidades sobre a uva tannat

- A uva tannat tem ciclo intermediário, ou seja, amadurece no meio do verão, antes dacabernet sauvignon e após a pinot noir, por exemplo. E isso é uma vantagem, já que no Uruguai, assim como no Brasil, as chuvas de fim do verão costumam causar estragos.
- Os uruguaios, assim como os franceses, utilizam uvas menos potentes para aliviar o peso da tannat. E entre as preferidas para a mistura estão a merlot e a cabernet franc.
- A tannat também é chamada de Harriague em Montevidéu, possivelmente o nome de seu produtor pioneiro na região.
- É muito parecida com a nebbiolo, quando jovem, e melhora muito quando o verão é bem quente e seco.
- O amadurecimento em carvalho é um modo de arredondar seus taninos e sua acidez, mas nada melhor que deixá-la por alguns anos amadurecendo na adega.

Sugestões de harmonização para os vinhos de tannat

Na gastronomia, pratos gordurosos e estruturados são as melhores opções. As carnes com osso, ou as cozidas em fogo lento por várias horas, como o ossobuco e a rabada, encontram na tannat seu par perfeito.

Vinhos com a uva tannat

Viñedo de Los Vientos Tannat 2012 - Representante da melhor expressão da uva tannat no Uruguai. Esse vinho é potente, de vivo frescor, com sabor de frutas vermelhas maduras e notas de café torrado. Gastronômico, vigoroso e de grande originalidade.
Viñedo de Los Vientos Alcyone Tannat Dessert Wine 500ml – Um vinho especial, elaborado a partir da combinação das técnicas de vinificação dos fortificados italianos Marsala e Barolo Chinato, resultando em um tinto aromático, saboroso e aveludado em boca.
Lidio Carraro Grande Vindima Tannat 2008 - A linha Grande Vindima da vinícola Lidio Carraro expressa a autenticidade do terroir da região. Mesmo sem passagem por barricas de carvalho, este tinto possui envolventes notas de especiarias e um sabor elegante.
Vinhedo em Carmelo, Uruguai.






















FONTE: Sommelier Wine